Gato "antialérgico"

Investigadores estudam forma de retirar dos gatos a proteína que causa alergia aos humanos

01 julho 2001
  |  Partilhar:

O cientista responsável pelo primeiro animal clonado nos Estados Unidos, Xiangzhong Yang, anunciou na semana passada que vai criar um gato “antialérgico”.  

 

As alergias provocadas por gatos são duas vezes mais comuns que as causadas por cães. Por isso, Yang, que é chefe da unidade de Investigação de Animais Transgénicos da universidade de Connecticut , decidiu encetar uma parceria com a Transgenic Pets, uma pequena empresa de biotecnologia. Ambos esperam arrecadar muito dinheiro com a venda de gatos “antialérgicos”, já que cada animal deverá custar cerca de duzentos mil escudos.  

 

Enquanto a empresa tenta angariar dois milhões de dólares para subsidiar a investigação, Yang avança com dados explicativos. Segundo o cientista, o “fabrico” de um gato “antialérgico” será feito através da neutralização dos genes responsáveis por alergias em humanos como asma, espirro, coriza e irritação nos olhos.  

 

A proteína segregada pelas glândulas da pele do gato provoca a reacção alérgica quando esta entra em contacto com pessoas predispostas. É este o trabalho de Yang, ao tentar desactivar o gene que codifica a proteína e substituí-lo por outro que não causa problemas em humanos.  

 

As células geneticamente modificadas serão introduzidas em óvulos sem material genético, as quais serão posteriormente implantados numa “mãe de aluguer”. Depois de produzir um macho e uma fêmea antialérgica, por esse processo, os outros exemplares serão obtidos pelos meios convencionais, explicam os especialistas.  

 

 

Esta é uma técnica semelhante à clonagem do bezerro, feita por Yang em 1999, 18 meses após a clonagem da ovelha Dolly, uma investigação assinada por cientistas escoceses.  

 

 

Mas a notícia não está a ser bem recebida pelos defensores dos direitos dos animais norte-americanos, os quais conotam a investigação como “um jogo para conseguir dinheiro”. Yang afirma, no entanto, que os trabalhos vão continuar. O gato “antialérgico” estará pronto em 2003.  

 

Adaptado por: Paula Pedro Martins  

 

MNI - Médicos Na Internet  

 

Fonte: Reuters  

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.