Futuros pais poderão sofrer alterações hormonais

Estudo conduzido pela Universidade de Michigan, EUA

30 dezembro 2014
  |  Partilhar:
Os futuros pais poderão sofrer diminuição nos níveis de duas hormonas - a testosterona e o estradiol - aponta um estudo recente.
 
Há estudos a indicar que as hormonas nos homens sofrem alterações assim que se tornam pais. Este estudo da Universidade de Michigan, nos EUA, sugere que essa alteração poderá, na verdade, iniciar-se durante o período de gestação da companheira. 
 
Segundo Robin Edelstein, docente de psicologia naquela Universidade e autor principal desta investigação, este é o primeiro estudo a sugerir aquele fenómeno.” Não sabemos exatamente porque é que as hormonas dos homens mudam”, explica. Sabe-se que as mulheres passam por alterações hormonais profundas durante a transição para a parentalidade, mas pouco se sabe sobre os futuros pais nesse aspeto.
 
Para o estudo, a equipa de investigadores analisou os níveis de testosterona (hormona associada à agressão e cuidados parentais), cortisol (associado à prestação de cuidados e ligações afetivas), estradiol (associado ao stress) e progesterona (proximidade social e comportamento maternal) na saliva de 29 casais. Os casais tinham idades compreendidas entre os 18 e os 45 anos e esperavam o seu primeiro filho. Foram retiradas amostras às 12, 20, 28 e 36 semanas de gestação.
 
Nas mulheres foram detetados aumentos significativos naquelas quatro hormonas. Nos homens foi observada a diminuição na testosterona e no estradiol, não se verificando alterações nos níveis de cortisol e de progesterona. 
 
As alterações verificadas poderão ser o resultado de alterações psicológicas pelas quais os homens passam à medida que se preparam para se tornarem pais, alterações nas relações amorosas e mesmo físicas juntamente com as suas parceiras grávidas. No entanto, segundo o autor do estudo, “as alterações hormonais nos pais poderão ter implicações importantes no comportamento paternal após o nascimento dos seus bebés”. Robin Edelstein acrescenta que não será só a presença do bebé que desencadeia as alterações hormonais.
 
No entanto, a equipa adverte que este estudo tem limitações, pois não houve um grupo de controlo de homens que não estivessem para ser pais. Portanto, existe a possibilidade de as alterações hormonais verificadas serem devidas ao passar do tempo ou à idade.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.