Fundação Calouste Gulbenkian assinala 50 anos da dupla hélice do ADN

Comemorações com arranque marcado para a próxima quarta feira

27 junho 2003
  |  Partilhar:

Os 50 anos da descoberta da dupla hélice do ADN, a molécula que contém o património genético de um organismo, vão ser assinalados pela Fundação Calouste Gulbenkian, com um programa de actividades a divulgar segunda-feira.
 

 

As comemorações vão prolongar-se ao longo deste ano, arrancando quarta-feira com uma conferência, de entrada livre, com Howard J. Cooke, professor da Unidade de Genética Humana do Medical Research Centre de Edimburgo.
 

 

As actividades vão passar ainda por um curso para jornalistas sobre "ADN: os desafios de uma molécula".
 

 

A 25 de Abril de 1953, James Watson e Francis Crick, dois jovens cientistas de Cambridge, decifraram no seu laboratório a estrutura molecular do ADN (ácido desoxirribonucleico) - uma longa molécula existente no núcleo das células, que funciona como um livro de instruções para a existência da vida.
 

 

A descoberta é considerada como um dos marcos científicos mais significativos do século XX, por ter iniciado a era da investigação genética.
 

 

O programa de actividades comemorativas do cinquentenário da descoberta surgiram da associação entre o Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC) e o Serviço de Ciência da Fundação com a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL).
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.