Fumo de tabaco danifica diretamente os músculos

Estudo publicado na revista “The Journal of Physiology”

28 maio 2018
  |  Partilhar:
Já se sabe que fumar prejudica os pulmões. O que não se sabia ainda é que o fumo do tabaco possui componentes que danificam diretamente os músculos, indicou um novo estudo.
 
Conduzido por uma equipa de investigadores da Universidade da Califórnia em San Diego, EUA, em colaboração com a Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil e a Universidade de Kochi, Japão, o estudo demonstrou que fumar provoca uma diminuição no número dos pequenos vasos sanguíneos que transportam oxigénio e nutrientes para os músculos das pernas.
 
Fumar limita a capacidade de se praticar exercício porque torna os músculos mais fracos. Pensava-se que a fraqueza muscular era devia à inflamação e eventual destruição dos pulmões devido ao hábito de fumar, fazendo limitar a atividade e exercício.
 
Para o estudo, a equipa expôs ratinhos a fumo de tabaco durante oito semanas, através de inalação ou de injeção de uma solução com fumo.
 
Como resultado, foi observado que o fumo do tabaco prejudica diretamente os músculos das pernas através da redução no número de vasos sanguíneos, o que conduz a uma menor quantidade de nutrientes e oxigénio recebidos por esses músculos.
 
Nos humanos, isto causa impacto no metabolismo e nos níveis de atividade, o que por sua vez constitui um fator de risco para muitas doenças crónicas como a doença pulmonar obstrutiva crónica e diabetes.
 
O estudo não identificou quais dos cerca de 4.000 componentes no fumo do tabaco são responsáveis pelos danos musculares. 
 
Ellen Breen, investigadora principal do estudo comentou que “é muito importante mostrar às pessoas que o uso de cigarros com tabaco tem consequências prejudiciais para o corpo, incluindo grupos grandes de músculos necessários para a vida quotidiana, e desenvolver estratégias para travar os danos desencadeados pelos componentes nocivos do fumo dos cigarros”.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A. 
Partilhar:
Comentários 0 Comentar