Fraqueza muscular e obesidade em mulheres mais velhas pode causar quedas

Estudo publicado na “Journal of the American Geriatrics Society”

09 novembro 2018
  |  Partilhar:
Uma equipa de investigadores considera importante identificar as pessoas que se encontram em risco de quedas relacionadas com a obesidade e com fraqueza muscular, de forma a que os prestadores de cuidados de saúde possam oferecer soluções apropriadas a essa população.
 
Considerando que a população continua a envelhecer em muitos países, estima-se que as quedas e as complicações de saúde relacionadas irão aumentar também.
 
Os investigadores deste estudo, da Universidade do Arizona, EUA, mencionaram que só nos EUA, cerca de dois terços dos custos hospitalares estarão relacionados, direta ou indiretamente, com quedas de adultos com idade mais avançada.
 
As quedas, continuam os autores, podem ser especialmente complicadas para as pessoas mais velhas obesas e que apresentam sarcopénia (perda de força muscular relacionada com a idade). 
 
Estima-se que entre 5 e 13% dos adultos com mais de 60 anos tenham sarcopénia, percentagens estas que poderão subir para 50% em pessoas com 80 anos de idade ou mais. Acontece que o ganho de peso nas pessoas mais velhas pode fazer aumentar o risco de fraqueza muscular e quedas. 
 
A obesidade e sarcopénia, em conjunto, estão associadas a uma menor função física e ao aumento de fraturas.
 
Para perceberem melhor os efeitos da obesidade com sarcopénia sobre o risco de quedas em mulheres mais velhas, os investigadores analisaram dados de um estudo norte-americano, conhecido como “Women’s Health Initiative”, que incluía informação como massa muscular, peso e incidência de quedas, de mais de 160.000 mulheres com 50 a 79 anos de idade.
 
As mulheres foram seguidas durante mais de 15 anos. Os investigadores analisaram os resultados em 11.020 mulheres na pós-menopausa. 
 
A equipa observou que as mulheres de origem latina e as mulheres na pós-menopausa com menos de 65 anos de idade apresentavam o maior risco de quedas relacionadas com obesidade e sarcopénia. 
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Comentários 0 Comentar