França e Alemanha aliadas contra a clonagem humana

Seminário sobre bioética arranca em Paris

25 fevereiro 2003
  |  Partilhar:

Um seminário franco-alemão sobre bioética iniciado esta semana em Paris visa sublinhar a importância que ambos os países colocam na preparação de um convénio internacional que proíba a clonagem humana, sublinhou o Ministério de Negócios Estrangeiros francês.
 

 

A ministra para os Assuntos Europeus francesa, Noelle Lenoir, participa nos trabalhos, vincando a importância que os dois países atribuem à adopção, no quadro das Nações Unidas, de um tratado universal proibindo a clonagem humana.
 

Lenoir tenciona ainda organizar encontros com delegados dos comités de ética dos países membros da União Europeia e dos países candidatos, para que se possa alcançar uma posição comum sobre o assunto.
 

 

O presidente francês, Jacques Chirac, defendeu domingo a adopção de um convénio internacional de bioética, para evitar eventuais desvios e abusos da ciência.
 

 

O Bundestag, câmara baixa do Parlamento alemão, pronunciou- se quinta-feira a favor de uma proibição internacional da clonagem humana, tanto a reprodutiva como a terapêutica.
 

 

As Nações Unidas tentaram, sem sucesso, chegar a um acordo no Outono de 2002 sobre uma interdição internacional da clonagem humana. Um novo encontro sobre a matéria está agendado para o próximo Outono.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.