França aconselha introdução gradual e prudente de OGM
25 setembro 2001
  |  Partilhar:

O recurso aos organismos geneticamente modificados (OGM) é «dificilmente evitável», segundo um relatório oficial francês apresentado hoje, que recomenda uma introdução «gradual e prudente» dos transgénicos.
 

 

O presidente do grupo de trabalho que elaborou o estudo, Bernard Chevassus au Louis, insistiu que não se devem recear os efeitos micro- económicos imediatos, e que, dentro de 15 anos, «a utilização destas tecnologias, tendo em conta a forma como vão evoluir para criar sementes adaptadas às novas formas de agricultura, parece uma ferramenta dificilmente evitável».
 

 

O relatório, intitulado «OGM e agricultura: opções para a acção pública», foi entregue ao ministro da Economia francês, Jean Glavany, sendo o resultado do trabalho de um grupo dirigido por Chevassus ao Louis, presidente do conselho de administração da Agência Francesa de Segurança Sanitária dos Alimentos (AFSSA).
 

 

Coabitação pacífica
 

 

Os autores do documento defendem «uma coabitação pacífica entre culturas transgénicas e não transgénicas». «É necessário organizar o pluralismo, já que podem existir na Europa agricultores que cultivem OGM e outros ao lado que não o façam», dizem.
 

 

Preconizam igualmente a criação de um observatório público para plantas transgénicas de forma a examinar os seus aspectos ambientais sanitários e socioeconómicos.
 

 

Seis organizações, entre elas o Greenpeace, o sindicato Confederação Camponesa e a Federação Nacional de Agricultura Biológica das regiões de França, manifestaram o seu «profundo desacordo» perante as conclusões do documento.
 

 

Através de comunicado, estas organizações, que participaram nos trabalhos preparatórios do relatório, consideram que a versão final é «muito favorável aos transgénicos e não transcreve de forma justa as posições manifestadas durante os debates».
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.