Fonte de empatia no cérebro?
20 julho 2011
  |  Partilhar:

Um novo estudo publicado online pela Cerebral Cortex, da autoria da investigadora Lisa Aziz-Zadeh, Professora Assistente da Divisão de Ciência Ocupacional e Terapia Ocupacional da USC, mostra que o nosso cérebro trabalha arduamente para perceber o outro, por muito diferente que ele seja.

 

Neste estudo, Lisa Aziz-Zadeh revela o seu trabalho em curso para o mapeamento da forma como o cérebro gera empatia, mesmo com aqueles que diferem fisicamente de nós próprios.

 

De acordo com as descobertas efectuadas, a empatia por alguém com quem nos relacionamos directamente (porque estão a sentir dor num membro que nós também possuímos, por exemplo) é gerada pela área intuitiva, sensório-motora do cérebro. Pelo contrário, a empatia por alguém com quem não nos  relacionamos directamente é trabalhada pela parte racional do cérebro. Ou seja mesmo que o ser humano não possua todos os membros, o cérebro consegue perceber o que é experienciar dor num deles. O que muda é a forma como o cérebro trabalha.

 

Embora sejam chamadas em graus diferentes, dependendo das circunstâncias, parece que ambas as áreas do cérebro (intuitiva e racional) trabalham em conjunto para criar a sensação de empatia. "E as pessoas fazem-no automaticamente," explica a investigadora.

 

Num ensaio experimental, a investigadora e uma equipa da USC mostraram vídeos de tarefas feitas com as mãos, os pés e a boca (como comer ou agarrar um objecto com as mãos) a uma mulher que nasceu sem ambos os braços e as pernas e a um grupo de 13 mulheres que se desenvolveram normalmente. Os investigadores mostraram também vídeos de dor, na forma de injecções dadas em partes diferentes do corpo.

 

Enquanto os participantes visualizavam os vídeos, os cérebros foram scaneados usando uma ressonância magnética. A comparação de todos os scans revelou diferentes formas de empatia.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.