Fome no mundo

500 mil pessoas em risco no Nepal e Birmânia

12 junho 2003
  |  Partilhar:

O Programa Alimentar Mundial (PAM) alertou quarta-feira que cerca de 500 mil pessoas no Nepal e na Birmânia passarão fome caso mais fundos não sejam doados rapidamente.
 

 

Quase 100 mil refugiados butaneses no Nepal estão totalmente dependentes das rações alimentares do PAM para satisfazer as suas necessidades nutricionais mínimas, mas os doadores internacionais contribuíram até agora com apenas nove por cento dos recursos necessários, lembrou a organização das Nações Unidas, com sede em Roma.
 

 

Caso não sejam canalizados mais 7,8 milhões de dólares, a distribuição de arroz será severamente reduzida já em Agosto e seguir-se-ão carências de outros géneros alimentícios, disse o PAM em comunicado.
 

 

No estado de Rakhine (norte da Birmânia), a organização das Nações Unidas assiste mais de 400 mil pessoas vulneráveis (muitas das quais foram repatriadas de campos de refugiados no Bangladesh) que estão também em risco, diz o comunicado.
 

 

As contribuições provenientes da Austrália, Suécia, Japão e da comissão das Nações Unidas para os refugiados representam cerca de 50 por cento das necessidades totais no país. O responsável explicou que mais de metade das pessoas abrangidas pelo projecto sofrem de subnutrição crónica.
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar