Fome afecta mais de 800 milhões de pessoas no mundo
04 agosto 2001
  |  Partilhar:

Cerca de 824 milhões de pessoas têm fome no mundo, lembrou em Dacar o director-geral do fundo da ONU para a Alimentação e Agricultura (FAO), sublinhando que tal se deve a falta de vontade política.
 

 

Jacques Diouf, que se encontra em Dacar desde terça-feira no âmbito da preparação da cimeira mundial da alimentação, prevista para Novembro próximo em Roma, pediu apoio para os programas da FAO a fim de reduzir até 2015 a fome no mundo.
 

 

O director-geral da FAO considerou que as posições tomadas pelos países do G-8 (os sete países mais ricos e a Rússia) na cimeira de Génova para ajuda ao desenvolvimento dos países do Sul são um "sinal forte e encorajante" das mudanças em curso.
 

 

Segundo Diouf, as prioridades no combate à fome passam pela disponibilidade de água, intensificação da agricultura, aumento da produtividade e utilização - nos países do Sul - de variedades agrícolas para aumentar os rendimentos em pequena escala.
 

 

Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.