Fome afecta mais de 800 milhões de pessoas em todo o mundo
14 setembro 2000
  |  Partilhar:

Cerca de 13 por cento da humanidade, ou seja, mais de 800 milhões de pessoas, continuam a ser vítimas da fome e das doenças ligadas à subalimentação, revela o relatório anual da FAO publicado hoje.
 

 

O documento da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura adianta que a África continua a ser o continente mais afectado pelo flagelo da fome, ao contrário da Ásia onde a subalimentação diminuiu.
 

 

O facto de há 30 anos o número de pessoas atingidas pela fome e doenças ligadas à subnutrição rondar os mil milhões - mais 200 milhões do que actualmente - leva a FAO a afirmar que o objectivo da erradicação da fome é "realizável", apesar de exigir grandes esforços.
 

 

O relatório aponta as guerras, os conflitos armados e as revoltas civis, como "as principais causas da insegurança alimentar".
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.