Folheto Informativo de medicamentos com rosiglitazona deve ser actualizado

Nota da EMEA

31 janeiro 2008
  |  Partilhar:

 

A Agência Europeia de Medicamentos (EMEA) recomendou a actualização do folheto informativo dos medicamentos antidiabéticos com rosiglitazona, recomendando que não sejam tomados em caso de Síndrome Coronário Agudo e alguns tipos de Enfarte do Miocárdio, informa o INFARMED.
 

 

Estas alterações agora recomendadas foram realizadas no âmbito da reavaliação aos benefícios e riscos da rosiglitazona e pioglitazona (outro fármaco antidiabético), no qual se concluiu que os benefícios continuavam a ser superiores aos riscos, mas que a informação relativa à rosiglitazona deveria ser alterada.
 

 

O Comité Científico de Medicamentos de Uso Humano (CHMP), da EMEA, tinha já aconselhado - durante uma reunião realizada este mês - a inclusão de uma nova advertência de não administrar rosiglitazona em doentes com Doença Isquémica Cardíaca ou Doença Arterial Periférica. O CHMP recomendou também que se inclua uma nova contra-indicação que advirta para a não utilização da rosiglitazona em doentes com Síndrome Coronário Agudo, como a angina, e alguns tipos de Enfarte do Miocárdio, uma vez que este medicamento ainda não foi submetido a ensaios clínicos.
 

 

O INFARMED alerta, no entanto, que os doentes sob medicação não interrompam o tratamento, devendo a apreciação de cada caso concreto ser feita pelo médico assistente.
 

 

Fontes: Lusa e INFARMED
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.