Financiado desenvolvimento de fármacos contra o VIH

Consórcio liderado por português

12 março 2014
  |  Partilhar:

Um consórcio de investigadores, liderado por um cientista português, recebeu 400 mil euros para desenvolver fármacos inovadores contra o VIH.
 

Durante os próximos três anos, os investigadores liderados por Miguel Castanho, do Instituto de Medicina Molecular (IMM) da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (IMM-FMUL) vão trabalhar para conseguir novos fármacos a aplicar no Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH).
 

Miguel Castanho explicou à agência Lusa que o objetivo é também encontrar novas formas de administração conjunta de substâncias complementares, ou seja, com atuação diferente sobre o vírus.
 

O VIH é o retrovírus responsável pela síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA) e, embora os tratamentos anti retrovirais disponíveis reduzam a mortalidade, ainda não existe qualquer tratamento ou vacina completamente eficaz. O trabalho obteve o financiamento do projeto europeu para investigação na SIDA e VIH, o HIVERA, entre um conjunto de propostas apresentadas.
 

O investigador do IMM fez questão de salientar a qualidade e competência dos cientistas portugueses nesta área de investigação.
 

Os parceiros no projeto vão dar contributos diferentes, consoante as suas experiências. Uma das duas equipas portuguesas estuda a interação dos inibidores de fusão do HIV-1 e anticorpos anti HIV com as membranas das células, enquanto a outra utiliza o seu conhecimento sobre o desenvolvimento de novos anticorpos anti-HIV e em ensaios de inibição da replicação do HIV-1.
 

“Com a conclusão deste trabalho, espera-se chegar mais longe na luta farmacológica contra a SIDA e contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos pacientes através de medicação mais eficaz”, disse Miguel Castanho.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.