Filhos de mães obesas em risco de morte cardiovascular

Estudo publicado no “British Medical Journal”

19 agosto 2013
  |  Partilhar:

Os filhos das mulheres obesas ou com sobrepeso têm um maior risco de morte cardiovascular mais tarde na vida, dá conta um estudo publicado no “British Medical Journal”.
 

Estudos anteriores já tinham apurado que havia uma associação entre obesidade materna e o aparecimento de doenças mais tarde na vida. Contudo, ainda não era claro se a obesidade estava relacionada com um aumento de risco de morte dos descendentes devido a causas cardiovasculares.
 

Através da análise dos registos de nascimento e de morte desde 1950 até à data, os investigadores da University of Aberdeen, no Reino Unido, identificaram 28.540 mulheres, cujo índice de massa corporal (IMC) foi registado na sua primeira visita pré-natal, e 37.709 descendentes que tinham entre 34 e 61 anos na altura do estudo. Foram também recolhidas informações relevantes da gravidez como idade da mãe, número de gravidezes anteriores, etc.
 

Os investigadores constataram que 21% das mulheres tinham excesso de peso e 4% eram obesas. Dos 37.709 descendentes 6.551 tiveram morte prematura, 294 dos quais eram filhos de mulheres obesas.
 

O estudo apurou que o risco de morte prematura era 35% maior nos indivíduos cujas mães eram obesas, comparativamente com aquelas que tinham um peso considerado normal. A obesidade das mães também contribui para um risco 42% superior de os filhos serem hospitalizados devido a eventos cardiovasculares. Os filhos cujas mães tinham excesso de peso também apresentavam um risco maior de sofrerem de eventos adversos mais tarde na vida.
 

Os investigadores referem que o excesso de peso na gravidez poderá causar alterações permanentes no controlo do apetite e no metabolismo dos filhos, o que conduz a um maior risco de problemas cardíacos mais tarde na vida.
 

Uma vez que a taxa de excesso de peso entre as mulheres grávidas está a aumentar, os autores do estudo defendem que esta situação é um “importante problema de saúde pública e aconselham os filhos cujas mães são obesas a avaliar o risco cardiovascular”, além de encorajarem estes a adotar um estilo de vida saudável.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.