Filhos de fumadores sofrem mais de défice de atenção

Exposição à nicotina altera receptores químicos do cérebro

31 julho 2005
  |  Partilhar:

As mulheres que fumam durante a gravidez quase triplicam o risco de os seus filhos nascerem sofrendo de défice de atenção, concluíram investigadores dinamarqueses.Uma grávida que fuma expõe o seu feto a concentrações relativamente altas de nicotina, o que por sua vez altera receptores químicos do cérebro essenciais para o seu desenvolvimento, dizem médicos da Universidade Aarhus, de Copenhaga.Num artigo da revista Pediatrics, os investigadores comparam os passados de 170 crianças a quem foram diagnosticados distúrbios hiperactivos. Em 59 por cento dos casos, as mães eram fumadoras.O estudo reitera que as grávidas que fumam durante o período de gestação têm três vezes mais probabilidades de desenvolver distúrbios hiperactivos, que se traduzem por actividade muscular hiperactiva, falta de concentração, comportamento impulsivo e défice de atenção.Fonte: Público

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.