Filhos de centenários são mais saudáveis

Genética explica, mas outros factores são determinantes

29 outubro 2003
  |  Partilhar:

Independentemente de estar relacionada à genética ou ao estilo de vida, uma vida longa parece beneficiar os descendentes. Investigadores norte-americanos referiram que os filhos de pessoas que chegam aos 100 anos têm menos problemas cardíacos, bem como outras disfunções na saúde, comparados com os filhos de idosos que morrem perto dos 70 anos.Segundo Dellara Terry, do Centro Médico da Universidade de Boston, uma longevidade excepcional tem um componente familiar, mas é difícil prever a intensidade da associação a factores genéticos, ambientais e de estilo de vida.O estudo da Universidade de Boston indica que os filhos de pessoas centenárias têm algumas vantagens na saúde cardiovascular. «Mas as pessoas podem melhorar a saúde e prolongar a vida se não fumarem, mantiverem um peso saudável e praticarem exercícios regularmente», explicou a especialista.O trabalho avaliou 176 descendentes de pessoas centenárias. No grupo, a incidência de hipertensão foi de 26 por cento e 13 por cento para doenças cardíacas, em comparação a 52 por cento e 27 por cento, respectivamente, entre filhos de pessoas que não viveram tanto.Traduzido e adaptado por:Paula Pedro MartinsJornalistaMNI-Médicos Na Internet

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.