Felicidade combate o vírus da gripe

Optimismo afasta doenças

31 agosto 2003
  |  Partilhar:

As mágoas e as tristezas têm uma relação directa com nosso sistema imunitário, e diminuem as nossas defesas a ponto de provocar doenças como enfartes e acidentes vasculares cerebrais. A hostilidade e raiva, em excesso e com frequência, são prejudiciais à saúde. Os especialistas explicam que essas reacções libertam hormonas, que já existem no organismo em níveis aceitáveis, e que em excesso prejudicam o funcionamento do coração.
 

 

Um estudo revelado esta semana pela Universidade Carnegie Mellon, na Pensilvânia, EUA, refere que as pessoas felizes teriam três vezes menos probabilidades de ficar com gripe.
 

A investigação, conduzida por psicólogos americanos, avaliou 300 voluntários saudáveis. Cada um foi entrevistado ao longo de duas semanas para que seu estado emocional fosse medido. Depois disso, os voluntários foram classificados em categorias positivas --felizes, satisfeitos, relaxados-- e negativas --ansiosos, hostis e deprimidos.
 

 

Em seguida, cada pessoa recebeu um jacto de spray com o vírus da gripe. Nos cinco dias seguintes, passaram por mais entrevistas enquanto os investigadores procuraram sintomas da doença. Os voluntários enquadrados nas três categorias positivas também foram aqueles que apresentaram mais resistência.
 

 

Para Sheldon Cohen, líder da investigação, que publicou o trabalho na revista «Psychosomatic Medicine», as pessoas felizes costumam ter estilos de vida mais saudáveis, com níveis controlados de stress, o que afecta o sistema imunitário.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

Jornalista
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.