Fecundação: Basta o homem desejar ser pai?

Cientistas portugueses apresentam nova teoria

09 outubro 2002
  |  Partilhar:

Os homens que desejam ser pais podem aumentar a probabilidade de conceber um bebé. Tudo acontece de forma inconsciente, ou seja, a vontade de ser pai aumenta as concentrações de testosterona.
 

 

A notícia do estudo vem hoje publicada na revista científica New Scientist e pertence a um grupo de investigação português do Instituto de Psicologia Aplicada de Lisboa, liderado por Katherine Hirschenhauser.
 

 

Ao tentarem encontrar o elo de ligação entre os níveis de testosterona do homem e seu comportamento sexual, os cientistas descobriram que o nível da hormona sobe quando os homens estão a tentar ser pais.
 

 

A equipa estudou o comportamento de 27 homens para medir o nível de testosterona, ao recolherem e avaliarem a saliva pela manhã, durante 90 dias. Os voluntários também tinham de registrar as suas rotinas sexuais em detalhe, descrevendo a «intensidade» de cada encontro, incluindo se era com o parceiro regular ou não.
 

 

Em todos os homens estudados, os investigadores observaram picos e quedas nos níveis de testosterona. Mas, entre os homens que estavam a tentar engravidar as suas parceiras, as altas de testosterona coincidiam muito mais frequentemente com os períodos de actividade sexual intensa.
 

 

Esta conclusão faz sentido em termos de biologia já que o aumento de testosterona também desencadeia uma mudança hormonal que leva a mais produção de esperma, tornando a concepção mais provável.
 

 

Para Katherine Hirschenhauser, os homens podem influenciar, inconscientemente, os níveis de hormonas. «Os homens podem responder à sua companheira, mas só se assim o desejarem», apontou a investigadora.
 

 

Outros cientistas, no entanto, acreditam que a explicação poderia estar ligada a descobertas anteriores que ligavam o facto das mulheres serem mais receptivas ao sexo quando estão próximas da ovulação, e que as mulheres que moram juntas menstruam na mesma época.
 

 

Jim Pfaus, um especialista em neurobiologia sexual da Universidade de Concordia, em Montreal, sugere que os homens que estão a tentar ser pais respondem às hormonas sexuais das suas companheiras sincronizando os seus níveis de testosterona com o meio do ciclo ovulatório da mulher, momento em que elas têm mais probabilidades de engravidar.
 

 

Traduzido e adaptado por:
 

Paula Pedro Martins
 

MNI-Médicos Na Internet
 

 

Artigo Original: New Scientist
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.