Fatores de risco do tabagismo

Alerta da Sociedade Portuguesa de Pneumologia

18 novembro 2015
  |  Partilhar:
A Sociedade Portuguesa de Pneumologia alertou para os fatores de risco associados ao consumo de tabaco, seja através de cigarros tradicionais ou eletrónicos, revelando que a prevalência de fumadores em Portugal era em 2014 de 25%.
 
A coordenadora da Comissão de Trabalho de Tabagismo da Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) disse à agência Lusa que o tabagismo "é a principal causa de doenças respiratórias em Portugal e em todo o mundo".
 
Ana Maria Figueiredo referiu que a incidência das doenças respiratórias pode ser reduzida através da cessação tabágica, que não deve passar pelo uso do cigarro eletrónico. 
 
“Há estudos que apontam para o facto de que os cigarros eletrónicos podem causar doenças. Lembro que as pessoas inalam o vapor, que pode fazer mal. Muitas pessoas acham que faz menos mal, mas na verdade não sabemos ao certo”, explicou.
 
Na opinião da especialista, os portugueses continuam a eleger o tabaco tradicional para os seus consumos de fumadores.
 
“Houve uma altura, quando os cigarros eletrónicos apareceram, em que as pessoas aderiram e isso se tornou uma moda. Mas não nos pareceu que em Portugal fosse uma 'epidemia' tão importante como em outros países. Contudo, não temos dados específicos sobre o número de pessoas que usam os cigarros eletrónicos", disse.
 
Ana Maria Figueiredo diz que, independentemente dos estudos, as pessoas têm de ter é a noção de que "fumar faz mal".
 
“Há estudos que dizem que os cigarros eletrónicos podem causar doenças, mas, acima de tudo, o que é importante ter em conta é que o cigarro não é bom. O ideal era não fumarem nada”, vincou.
 
A coordenadora da Comissão de Trabalho de Tabagismo lembrou que, segundo dados do Eurobarómetro, a prevalência de fumadores em Portugal era de 25% em 2014 e de 23% em 2013.
 
Ana Maria Figueiredo salientou à Lusa que "o tabaco faz mal e que as pessoas devem deixar de fumar".
 
“O fundamental era as pessoas terem a noção de que fumar faz mal e de que o cigarro eletrónico pode fazer tão mal como o cigarro tradicional. Os nossos pulmões não foram feitos para inalar qualquer outra substância que não o ar, e de preferência puro”, concluiu.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.