Fármaco que deixa o HIV sem defesas em ensaio clínico

Artigo apresentado no Journal of Virology

25 outubro 2006
  |  Partilhar:

 

Experiências in vitro do fármaco PA-457 indicam uma potencial nova classe de inibidores da maturação do HIV, que poderão ser usados contra o vírus resistente aos tratamentos actuais, revela um estudo publicado no Journal of Virology.
 

 

De acordo com Graham Allaway da Panacos Pharmaceuticals, sediada em Gaithersburg, Maryland, EUA, que está a desenvolver o PA-457, até 80% dos doentes infectados com HIV sob terapêutica, são resistentes a um ou mais fármacos.
 

 

Nos últimos estudos, o PA-457 interrompeu a formação da cápside proteica do HIV, o escudo cónico que armazena e protege o RNA essencial à replicação do HIV.
 

 

O fármaco liga-se às proteínas da cápside num ponto crítico, que normalmente é cortado, da proteína gag estrutural e montado sob a forma de um cone. O PA-457 impede que a cápside seja cortada, tornando a esfera permeável, deixando o RNA exposto e o HIV incapaz de infectar células humanas.
 

 

Experiências prévias em laboratório demonstraram que os vírus resistentes sucumbem, incapazes de infectar as células humanas. Um pequeno ensaio em humanos, relatado no ano passado, mostrou que o PA-457 reduzia o HIV presente no sangue 10 vezes, em apenas algumas horas.
 

 

Durante este último Verão, o PA-457 começou a ser combinado com outros fármacos contra o HIV e testado, num ensaio controlado por placebo, em 48 pacientes cujos tratamentos estão em falência.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.