Fármaco protege rins de pacientes submetidos a agente de contraste

Estudo apresentado nos "Annals of Internal Medicine"

12 março 2008
  |  Partilhar:

Um estudo da University of Michigan, nos EUA, publicado nos "Annals of Internal Medicine", sugere que administrar N-acetilcisteína (NAC) antes de aplicar o agente de contraste em pacientes que efectuam alguns exames de diagnóstico pode diminuir o risco de danos renais.
 

 

Em certos exames de diagnóstico, nomeadamente a TAC (Tomografia Axial Computorizada) ou angiograma, podem ser aplicados, via endovenosa, agentes de contraste que contém iodina. Esse composto tem vindo a ser associado a problemas renais, denominados Nefropatia induzida por contraste.
 

Numa meta-análise (que envolveu a revisão de 41 estudos), os cientistas concluíram que, entre os muitos fármacos analisados, a N-acetilcisteína mostrou ser a mais eficaz na protecção da função renal dos pacientes, em especial, em doentes com Diabetes ou problemas cardiovasculares.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.