Fármaco para o tratamento do cancro do pâncreas falhou ensaio clínico

Estudos clínicos realizados pela Pfizer

09 fevereiro 2009
  |  Partilhar:

Um estudo, já em fase avançada, de um fármaco experimental para o tratamento do cancro do pâncreas foi cancelado. O laboratório farmacêutico Pfizer anunciou que pôs fim aos ensaios do novo medicamento após uma comissão de avaliação independente não ter encontrado qualquer evidência de que a substância em causa prolongasse, de facto, a vida dos doentes.
 

 

O fármaco em questão, o axitinib, ainda está a ser estudado para outros tipos de cancro. Encontra-se já na última fase dos ensaios clínicos para o tratamento do cancro dos rins e em fase intermédia dos ensaios para o tratamento do carcinoma das células pequenas, cancro do cólon e de outro tipo de tumores.
 

 

A Pfizer tinha tomado a decisão de avançar para estudos em maior escala e mais dispendiosos depois de, na fase intermédia dos ensaios para o tratamento do cancro do pâncreas combinado com quimioterapia, se terem obtido resultados bastante promissores.
 

 

Em declarações prestadas ao sítio Reuters Health, Mace Rothenberg, director da unidade de negócio de oncologia da Pfizer, revela que os resultados agora encontrados foram decepcionantes, dado que se tinha observado uma tendência para o prolongamento da duração da vida dos pacientes na fase II dos ensaios.
 

 

A Pfizer notificou todos os investigadores dos ensaios clínicos envolvidos no estudo e todas as agências reguladoras dos resultados. Aconselhou igualmente os pacientes a pararem o tratamento com axitinib.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.