Fármaco para o cancro da mama combate infecção fúngica

Estudo publicado na "Antimicrobial Agents and Chemotherapy"

31 julho 2009
  |  Partilhar:

Um fármaco utilizado para a prevenção do cancro da mama recorrente mostrou ser eficaz no tratamento de infecções fúngicas, sugere um estudo realizado pela University of Rochester Medical Center.

 

Investigadores da University of Rochester Medical Center, em Nova Iorque, EUA, descobriram que a administração do fármaco tamoxifeno a ratinhos infectados com Candida conduzia à morte deste fungo. Infecções por este fungo podem ser fatais para indivíduos imunocomprometidos, incluindo aqueles que sofrem de cancro ou de SIDA e ainda aqueles que tomam imunossupressores para as doenças crónicas.

 

O estudo revelou que a administração de tamoxifeno em doses muito elevadas diminuía o número do fungo em 150 vezes, causando o rompimento e a morte das células fúngicas. Por outro lado, as células sobreviventes perdiam a capacidade de causarem doença.

 

O autor do estudo, Damian Krysan, explicou que a maioria da medicação antifúngica só atrasa o crescimento do fungo, o que dificulta o tratamento destas infecções nos indivíduos imunocomprometidos.

 

Apesar dos resultados promissores, Damian Krysan faz a ressalva de que será necessário prosseguir com mais estudos, de forma a perceber se o tamoxifeno poderá ser utilizado em doses mais elevadas ou em combinação com outros tratamentos.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.