Fármaco para Alzheimer readaptado a consumidores saudáveis

Notícia avançada pelo “Telegraph”

22 janeiro 2009
  |  Partilhar:

Um fármaco originalmente concebido para o tratamento da doença de Alzheimer vai ser adaptado ao consumidor saudável que pretenda aumentar as potencialidades da memória.
 

 

Segundo uma notícia publicada no sítio do jornal britânico “Telegraph”, o “comprimido da memória”, como foi denominado, encontra-se em fase de testes e poderá chegar ao mercado dentro dos próximos anos.
 

 

Embora o fármaco tenha sido desenvolvido para produzir um “reforço cognitivo” nos pacientes com Alzheimer (que apresentam graves problemas de memória), a notícia refere que a nova versão readaptada para o consumidor saudável irá ajudar a reforçar as mesmas competências mas, nestes casos, servirá de ajuda extra para “não esquecer datas importantes, compromissos e informações”.
 

 

O fármaco está a ser desenvolvido pela multinacional AstraZeneca, em colaboração com a Targacept, uma empresa norte-americana do sector farmacêutico.
 

 

Em declarações ao mesmo jornal, Steven Ferris, neurologista e ex-membro da Food and Drugs Administration (FDA) - a entidade norte-americana que regula a comercialização de fármacos e alimentos -, prevê que a versão destinada aos consumidores saudáveis possa ser aprovada em breve, “dado já ter mostrado eficácia e segurança”.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.