Fármaco para a Osteoporose provoca reacções adversas graves

Alerta da Agência Europeia Medicamento

28 novembro 2007
  |  Partilhar:

 

A Agência Europeia do Medicamento alertou para o risco de reacções adversas de dois medicamentos comercializados em Portugal usados no tratamento da Osteoporose em mulheres pós-menopáusicas.
 

 

Os medicamentos Protelos e Ósseor (ranelato de estrôncio), comercializados em todos os países da União Europeia (UE), provocaram 16 casos de "reacções adversas graves de hipersensibilidade", dois dos quais fatais, segundo um comunicado do INFARMED (Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde).
 

 

Como medida de segurança, "a Agência Europeia do Medicamento (EMEA) recomenda a inclusão de importantes advertências, relativas ao risco de reacções adversas graves de hipersensibilidade, no Resumo das Características do Medicamento (RCM) e no Folheto Informativo (FI) dos medicamentos Protelos e Osseor", lê-se no comunicado.
 

 

Depois de uma avaliação realizada pelo CMUH, este organismo da Agência Europeia do Medicamento concluiu que "a utilização de Protelos/Osseor está associada a um risco aumentado de Sindroma de DRESS (uma condição rara mas grave)" e que por isso mesmo se recomenda às mulheres que usem este medicamento a parar de imediato o tratamento, caso surjam sintomas" e a "procurar aconselhamento médico".
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 3
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.