Fármaco oncológico mostra-se eficaz na Doença Bipolar

Estudo apresentado nos Archives of General Psychiatry

06 março 2008
  |  Partilhar:

O fármaco oncológico tamoxifeno mostrou-se eficaz no tratamento das fases de mania e hipomania na Doença Bipolar, revela um trabalho publicado nos Archives of General Psychiatry.
 

O tamoxifeno actua sobre os estrógenos, implicados em alguns tumores da mama, mas também inibe a acção da proteína quinase C (PKC), associada a alguns sintomas da Doença Bipolar (DB).
 

 

Ayegül Yilidz, da Universidade Dokuz Eylül, em Esmirna (Turquia), realizou uma investigação com 66 pacientes, diagnosticados com DB, durante as fases de mania o hipomania. As idades dos pacientes situavam-se entre os 18 e os 60 anos.
 

 

Os pacientes receberam tamoxifeno de 40 a 80 miligramas diários ou placebo durante três semanas. Foi administrado a todos os pacientes cinco miligramas diários do ansiolítico lorazepam para controlar outros sintomas.
 

 

Do total de 50 pacientes, 29 que integram o grupo que recebeu tamoxifeno completaram os 21 dias de ensaio clínico.
 

 

Dos doentes tratados com o antiestrogénico não esteróide, 48% responderam ao fármaco e reduziram os episódios de mania, ao invés do registado nos pacientes que receberam placebo, onde apenas 5% apresentaram uma redução dos sintomas da doença.
 

 

Do mesmo modo, o tamoxifeno reduziu a necessidade de recorrer ao lorazepam: uma média de 25,2 miligramas no grupo tratado, contra 41,8 no grupo de controlo.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.