Fármaco contra calvície masculina também funciona em mulheres

Medicamento usado em combinação com contraceptivo oral

28 março 2006
  |  Partilhar:

 

Um medicamento utilizado na alopécia androgénica, cujo princípio activo é o finasteride, parece ser eficaz em mulheres com queda de cabelo intensa, se usado em conjunto com um contraceptivo oral, sugere um estudo italiano publicado no Archives of Dermatology.
 

 

Após um ano de tratamento, 23 das 37 (62%) mulheres, entre os 19 e os 50 anos de idade e perda excessiva de cabelo, apresentaram uma grande melhora do problema. O tratamento foi feito com comprimidos de 2,5mg. diários de finasteride. Em relação às outras participantes, 13 não apresentaram melhoras e uma piorou.
 

 

O medicamento para calvície foi administrado com um determinado contraceptivo oral porque, para mulheres em idade fértil, o finasteride é potencialmente teratogénico, ou seja, capaz de produzir danos ao embrião ou ao feto, explicou a autora do estudo, Antonella Tosti, da Università di Bologna. Segundo a investigadora, mais estudos são necessários para estabelecer a dosagem ideal do medicamento destinado a combater a calvície feminina e o modo de administração em mulheres em fase reprodutiva.
 

 

Estima-se que cerca de metade das mulheres apresentem um enfraquecimento do cabelo ao longo da vida, uma situação que pode afectar a auto-estima e conduzir a estados ansiosos. A perda de cabelo na mulher é, regra geral, menos acentuada do que no homem e resulta, na maior parte dos casos, de alterações hormonais.
 

 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar