Farmácias portuguesas vão vender medicamentos na Internet

Declarações da secretária de Estado adjunta e da Saúde

02 fevereiro 2006
  |  Partilhar:

 

A secretária de Estado adjunta e da Saúde, Carmen Pignatelli, anunciou esta semana que o Governo está a preparar legislação que permitirá às farmácias portuguesas venderem medicamentos através da Internet. Carmen Pignatelli falava no Fórum de Lideres de Governo que a empresa norte-americana Microsoft realiza pela primeira vez em Portugal.
 

 

A secretária de Estado da Saúde adiantou que está "previsto os cidadãos comprarem os medicamentos à distância, através da Internet", sem pormenorizar se esta iniciativa abrangerá todos os medicamentos ou só os que podem ser adquiridos sem receita. A governante esclareceu que será utilizado para o efeito cartão de identificação do utente. Esta medida, que integrará "a legislação sobre farmácias que vai ser aprovada muito em breve põe o cidadão no centro do sistema de saúde", adiantou a responsável.
 

 

A venda de medicamentos através da Internet é uma das possibilidades que a Autoridade da Concorrência (AdC) incluiu no seu projecto de recomendação ao Governo sobre alterações no sector farmacêutico, que está em discussão pública até domingo, 5 de Fevereiro.
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.