Farmácia do Porto vende vacina a preço de custo

Medida pioneira a nível nacional

31 outubro 2007
  |  Partilhar:

 

Uma farmácia do Porto vende uma das vacinas que previne o Cancro do Colo do Útero ao preço de custo 390 euros (menos 91 do que o valor a que é comercializada). A outra vacina, lançada recentemente, é vendida ao mesmo preço, o que representa um desconto de 43 euros relativamente ao preço habitual.
 

 

A ideia surgiu a Carlos Almeida quando começou a verificar que muitos clientes saírem da Farmácia Santa Catarina sem comprarem a vacina que protege do Vírus do Papiloma Humano (HPV, o mais frequente causador da doença) a primeira a ser comercializada em Portugal.
 

 

Cada uma das três doses necessárias custa 160 euros, o que perfaz um total de 481 euros. Uma quantia incomportável para a grande maioria das famílias, como rapidamente o director técnico da farmácia constatou. Em meados do mês passado, Carlos Almeida assumiu uma atitude pioneira a nível nacional, ao que tudo indica, já que a Associação Nacional de Farmácias não tem conhecimento de outros casos, e resolveu abdicar da margem de lucro e vender o produto ao preço de custo.
 

 

O farmacêutico também efectuou um acordo com uma linha de crédito, exclusiva para estas vacinas, que permitia o pagamento em 12 prestações. Mas a intenção esbarrou na ilegalidade, uma vez que a legislação em vigor não permite que os medicamentos sejam adquiridos com o recurso a crédito, nem sequer a prestações.
 

 

Fontes: DN e JN
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.