Farmacêuticas europeias aplaudem acordo de multinacionais com África do Sul
18 abril 2001
  |  Partilhar:

A indústria farmacêutica europeia congratulou-se pelo acordo amistoso que pôs termo ao litígio entre o governo sul-africano e 39 multinacionais, sobre o eventual fabrico de medicamentos mais baratos contra a SIDA.
 

 

A Federação Europeia das Associações e Indústrias Farmacêuticas diz estar comprometida com a busca de soluções efectivas e sustentáveis para fazer frente à crise do HIV/SIDA na África do Sul a preços mais baixos.
 

 

As 39 multinacionais farmacêuticas, que entraram em litígio com o governo de Pretória por causa dos seus planos tendo em vista o fabrico a baixo custo de medicamentos contra a SIDA, anunciaram hoje que retiravam a queixa do tribunal.
 

 

A decisão deixou a via livre para que milhões de sul-africanos infectados com a doença, e impedidos de receber tratamento devido ao alto custo, possam num futuro próximo ter pela primeira vez acesso a tais fármacos.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.