Farinhas animais serão co-incineradas, incineradas ou postas em aterro
16 outubro 2001
  |  Partilhar:

As farinhas animais armazenadas em Portugal devido à estratégia de combate à BSE deverão ter três destinos: co-incineração, incineração dedicada e deposição em aterros, propõe o Ministério do Ambiente em documento a que a Lusa teve acesso.
 

 

O Conselho de Ministros analisa amanhã a estratégia de gestão das farinhas de carne e ossos, recomendando o Ministério tutelado por José Sócrates três soluções principais para a destruição destes resíduos.
 

 

A alternativa apontada como mais imediata é a deposição destes materiais em aterros de resíduos sólidos urbanos, dado que as farinhas animais são consideradas resíduos banais, logo não perigosos.
 

 

Fonte: Lusa

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.