Famílias portuguesas vão participar em estudo sobre Saúde Mental

Estudo da Federação Mundial para a Saúde Mental

18 dezembro 2007
  |  Partilhar:

 

As necessidades e experiências dos familiares de pessoas com Doenças Mentais graves serão analisadas em Portugal através de um estudo da Federação Mundial para a Saúde Mental, que esta terça-feira apresenta o projecto nas instalações da Ordem dos Médicos no Porto.
 

 

Segundo o médico João Marques Teixeira, director do Centro Hospitalar Conde Ferreira, no Porto, e responsável por este estudo em Portugal, serão inquiridas "face a face" cerca de 100 famílias de todo o país, conforme a densidade populacional de cada região. "O objectivo é avaliar as condições das famílias que têm a seu cargo doentes mentais", disse, acrescentando que se pretende essencialmente perceber "que sobrecargas têm, quer a nível financeiro como social e pessoal".
 

 

O inquérito aos familiares dos doentes será feito por alunos de psicologia e medicina da Universidade do Porto. Portugal junta-se assim a outros oito países de todo o mundo que participam neste estudo e que já divulgaram os primeiros resultados desta investigação.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.