Falta segurança à noite nos Centros de Saúde

Bastonário da Ordem dos Médicos critica situação

25 junho 2008
  |  Partilhar:

O bastonário da Ordem dos Médicos lamentou esta semana a falta de segurança nos centros de saúde durante a noite e criticou a substituição em alguns hospitais de polícias por seguranças, que por vezes "não têm capacidade de defesa".
 

 

Considerando "louvável" que o Procurador-Geral da República se tenha preocupado com a violência nos hospitais, Pedro Nunes informou haver um número "relativamente diminuto" destes casos em Portugal, mas não deixou de criticar algumas condições de trabalho.
 

 

O bastonário também relatou à agência Lusa que nos centros de saúde não há um segurança durante a noite e "se as coisas se complicam, chama-se a polícia", que demora sempre algum tempo a chegar.
 

 

O Procurador-Geral da República, Pinto Monteiro, manifestou-se na semana passada, na Assembleia da República, preocupado com a violência contra idosos, crimes que ainda não são denunciados.
 

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.