Falta de vitamina D relacionada com Depressão nos idosos

Estudo publicado nos Archives of General Psychiatry

22 maio 2008
  |  Partilhar:

A carência de vitamina D pode aumentar o risco de Depressão ou de outros problemas psiquiátricos nas pessoas idosas, segundo um estudo publicado nos Archives of General Psychiatry.
 

 

Os investigadores da Vrije Universiteit, em Amesterdão, estudaram 1.282 pessoas com idades entre os 65 e os 95 anos, das quais 169 sofriam de Depressão ligeira. O estudo constatou que a taxa de vitamina D nas pessoas deprimidas era inferior em 14% da registada nas outras pessoas que integravam o grupo controlo.
 

 

O trabalho mostrou que na população estudada 38,8% dos homens e 56,9% das mulheres apresentava carência de vitamina D. O estudo também demonstrou que a carência de vitamina D aumenta o nível de uma hormona paratiroideia, normalmente associada à Depressão.
 

 

Esta descoberta pode ser importante para o tratamento da Depressão, podendo a fraca taxa de vitamina D no sangue e o elevado nível de hormona paratiroideia ser contrariada através de uma dieta e de suplementos alimentares ou de uma maior exposição ao sol.
 

 

Fontes: Lusa e Imprensa Internacional
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.