Falta de vitamina D associada a mortalidade por todas as causas

Estudo publicado no “British Medical Journal”

20 junho 2014
  |  Partilhar:

A deficiência de vitamina D no organismo poderá conduzir à morte prematura por todas as causas, incluindo por doença cardiovascular e cancro, sugere um estudo recente.
 

Conduzido pelo Centro Alemão de Pesquisa do Cancro em Heidelberg, Alemanha, o estudo indica também que a falta da vitamina D poderá também desempenhar um papel no prognóstico do cancro.
 

O contrário poderá também verificar-se: a presença de níveis elevados de vitamina D no organismo poderá oferecer proteção contra a morte prematura, particularmente por doença cardiovascular e cancro, sugere uma análise conduzida a estudos existentes.
 

A equipa liderada por Ben Schoettker, baseou a sua análise em dados recolhidos de 8 estudos à população na Europa e Estados Unidos da América, que incluía um total de 26.018 participantes com idades compreendidas entre os 50 e os 79 anos. Os participantes foram acompanhados por um período de 16 anos.
 

Durante o período de acompanhamento morreram 6.695 participantes, tendo 2.624 das mortes sido por doenças cardiovasculares e 2.227 devidas a cancro.
 

Os investigadores descobriram uma associação entre os níveis mais baixos de vitamina D e a morte por doença cardiovascular entre os participantes com e sem um historial da doença.
 

A equipa descobriu uma associação entre os participantes com os níveis mais baixos de vitamina D e a morte por cancro, entre os participantes que possuíam um historial da doença. Não foi estabelecida uma associação semelhante relativamente aos participantes sem um historial de cancro, o que indica que a vitamina D poderá ser importante no prognóstico da doença.
 

No entanto, os investigadores dizem não poder afirmar que o cancro possa ter provocado baixos níveis de vitamina D. Mais, o estudo relativamente à mortalidade por cancro não indica tampouco que a vitamina D desempenhe qualquer papel nas fases iniciais da doença.
 

Apesar de os índices de vitamina D terem apresentado oscilações consideráveis entre país, sexo e estação do ano, verificou-se uma associação consistente entre o índice de vitamina D e a mortalidade por todas as causas e por causas específicas.
 

A vitamina D é adquirida a partir da exposição ao sol mas também pode ser encontrada em certos alimentos como o peixe gordo (ex: atum e salmão), o iogurte, queijo, leite, ovos e cereais.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 4
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.