Falta de sono pode levar a fibromialgia em mulheres

Estudo publicado na revista “Arthritis & Rheumatism”

18 novembro 2011
  |  Partilhar:

Problemas de sono foram associados a esta condição dolorosa, especialmente depois de meia-idade, refere um estudo publicado na edição online da revista “Arthritis & Rheumatism”.

 

A fibromialgia é uma dor crónica musculo-esquelética que afecta mais de cinco milhões de adultos nos EUA. As mulheres constituem 90% dos pacientes com fibromialgia, que geralmente começa na meia-idade.


Estudos anteriores verificaram que a insónia, acordar à noite e a fadiga são sintomas comuns vividos por pacientes com fibromialgia, mas, até ao momento, não se sabia se os problemas do sono contribuíam para o desenvolvimento da doença.


Investigadores noruegueses acompanharam, ao longo de 10 anos, 12.350 mulheres saudáveis maiores de 20 anos que não tinham doenças músculo-esquelética nem do movimento. No final desse período, 327 mulheres (2,6%) tinham desenvolvido fibromialgia.


O estudo verificou um aumento de mais de cinco vezes no risco de fibromialgia entre as mulheres com mais de 45 que, com frequência ou sempre, tiveram problemas de sono, e quase triplicou entre as mulheres entre os 20 e os 44 anos com problemas de sono similares. "Estas descobertas indicam uma forte associação entre distúrbios do sono e o risco de fibromialgia em mulheres adultas", disse, em comunicado de imprensa enviado pela revista revista, o líder da investigação, Paul Mork, da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia.


"Verificámos uma relação entre dose e resposta, na qual as mulheres que relataram problemas frequentes com o sono tinham um risco aumentado de fibromialgia, em oposição às que nunca experimentaram esses problemas.

 

Embora o estudo tenha observado uma possível associação entre problemas de sono e fibromialgia não mostrou, contudo, qualquer causa e efeito. Deste modo, os cientistas referem que são necessárias mais investigações para determinar se a detecção precoce e o tratamento de problemas do sono podem reduzir o risco de fibromialgia em mulheres.


ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 5
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.