Falta de exercício conduz a graves doenças

Estudo alerta para «a incrível preguiça dos portugueses»

07 abril 2005
  |  Partilhar:

 

Metade da população portuguesa tem excesso de peso e 90 por cento não faz exercício físico activo, revela um estudo que alerta para a «incrível preguiça dos portugueses».
 

 

O estudo «Viver e Nascer sem Deficiência» é uma reflexão sobre a origem da deficiência em Portugal e foi realizado pelo Instituto Nacional de Cardiologia Preventiva e pela Fundação Professor Fernando de Pádua.
 

 

A investigação - apresentada e distribuída por um laboratório durante o Congresso Português de Cardiologia, que decorreu recentemente no Porto - alerta para as causas e os factores que condicionam o risco e a ocorrência de deficiência, bem como para as atitudes e comportamentos que a podem evitar ou minorar as suas consequências.
 

 

Dados que constam no estudo indicam que apenas entre nove e dez por cento da população portuguesa pratica exercício físico regular. Os autores do estudo chamam a atenção para «a incrível preguiça dos portugueses e as taxas de obesidade».
 

 

«Sendo Portugal um país de obesos e sedentários, com metade da população com excesso de peso e 90 por cento que não fazem exercício físico activo, não será de estranhar que se encontre, na Europa, também na pior situação em relação à diabetes», lê-se no documento, a que a Lusa teve acesso.
 

 

Os autores do estudo indicam que a diabetes é uma causa de morte que registou «um dos mais importantes acréscimos na última década».
 

 

Fonte: Lusa
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.