Falso pedido de sangue circula na Internet e telemóveis há dois anos

Informação do Instituto Português de Sangue

15 janeiro 2007
  |  Partilhar:

 

É falsa a mensagem que tem circulado via SMS ou e-mail pedindo um tipo de sangue raro (B negativo) para uma pessoa gravemente doente e dando números de contacto de familiares. O Instituto Português de Sangue (IPS) diz que a mensagem circula ciclicamente desde há dois anos.
 

 

Segundo o Instituto Português do Sangue (IPS), a mensagem com este pedido é falsa e já circula há dois anos. Levou, aliás, o organismo a fazer um desmentido formal em Janeiro do ano passado, explica a directora do Centro Regional de Sangue de Lisboa, Gracinda Sousa.
 

 

A directora do Centro Regional de Lisboa admite que haja, em determinadas alturas, "picos de quebras de determinado produto de sangue". É o caso do Natal, em que há menos dádivas e mais acidentes. Mas diz que essas situações têm vindo a ser evitadas com as campanhas do IPS apelando a dádivas de sangue. No entanto, em caso de urgência, Lisboa pode pedir unidades de sangue aos outros centros regionais ou contactar telefonicamente a sua rede de dadores para responder às necessidades.
 

 

Fonte: Público
 

MNI- Médicos na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.