Fadiga: a interação entre o corpo e a mente

Estudo publicado na “Human Factors: The Journal of the Human Factors and Ergonomics Society”

04 agosto 2015
  |  Partilhar:
Investigadores americanos demonstraram que quando é necessário levar a cabo simultaneamente tarefas mentais e físicas são ativadas aéreas cerebrais específicas, o córtex pré-frontal. Esta ativação faz com que o organismo fique fatigado muito mais cedo do que se estivesse apenas envolvido numa tarefa física, dá conta um estudo publicado na revista “Human Factors: The Journal of the Human Factors and Ergonomics Society”.
 
Neste estudo, os investigadores Escola de Saúde Pública do Centro de Ciências da Saúde A&M do Texas, nos EUA, decidiram avaliar a interação entre a fadiga física e mental e o comportamento do cérebro.
 
Habitualmente, resistência e fadiga têm sido analisadas apenas do ponto de vista físico, focando-se principalmente no corpo e músculos utilizados para concluir uma tarefa específica. Contudo, o cérebro é como qualquer outro tecido biológico, que pode ser usado em demasia e sofrer de fadiga.
 
De acordo com um dos autores do estudo, Ranjana Mehta, as análises existentes da fadiga física e mental têm-se limitado à avaliação cardiovascular, muscular e alterações bioquímicas. “O objetivo deste estudo foi utilizar a monitorização simultânea da função cerebral e muscular para analisar o impacto sobre o córtex pré-frontal e comparar as alterações no comportamento do cérebro com as avaliações tradicionais de fadiga”, disse o investigador.
 
O estudo demonstrou que havia menores níveis de oxigénio no sangue no córtex pré-frontal após cansaço físico e mental do que apenas após a fadiga física. A análise simultânea da função cerebral e muscular indicou que a participação de tarefas altamente cognitivas faz com que os recursos cerebrais sejam repartidos, o que poderá acelerar o desenvolvimento da fadiga física.
 
É importante os investigadores considerarem o cérebro, assim como todo o corpo, quando estão a analisar o desenvolvimento da fadiga e o seu impacto no organismo. O trabalho interdisciplinar que combina os princípios cognitivos com os resultados fisiológicos e biomecânicos pode fornecer uma compreensão abrangente do que está a acontecer no corpo quando se está a realizar atividades diárias.
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.