Extracto vegetal ataca leishmaniose

Kalanchoe pinnata estimula sistema imunitário

28 novembro 2005
  |  Partilhar:

 

 

 

Uma planta utilizada pela medicina popular pode ser uma nova arma contra a leishmaniose tegumentar, uma das doenças parasitárias mais aterrorizantes no mundo. O extracto do vegetal, conhecido como folha-da-fortuna (Kalanchoe pinnata), estimula o sistema de defesa do organismo a combater o causador da doença.
 

 

Uma equipa da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil, descobriu que, ao menos no caso da leishmaniose tegumentar, ou cutânea (que afecta a pele e as mucosas, destruindo-as e causando defeitos), o extracto da planta fortalece a acção do sistema imunitário.
 

 

O parasita (no caso, da espécie L. amazonensis, embora existam outras) precisa de se alojar dentro da célula de defesa, conhecida como macrófago, durante o seu desenvolvimento. As moléculas do extracto da folha-da-fortuna, entre as quais parecem destacar-se as do grupo dos flavonóides, fazem com que os macrófagos invadidos sejam activados e libertem óxido nítrico, substância que mata a L. amazonensis.
 

 

Depois de uma bateria animadora de testes em ratinhos e num único paciente humano, a expectativa, agora, é poder examinar em grande escala a acção da planta em pessoas.
 

 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.