Exposição solar: os perigos dos escaldões

Indicações de Sampson Davis, Meadowlands Hospital Medical Center, EUA

26 agosto 2014
  |  Partilhar:

Nesta altura do ano em que o corpo é frequentemente exposto aos raios solares, os escaldões são uma ameaça constante se não se adotar as devidas medidas preventivas.


Os protetores solares e a roupa oferecem alguma proteção mas não são sempre suficientes. É aconselhável a utilização de um protetor solar adequado e de se prestar atenção aos índices de raios ultravioleta disponibilizados pelo boletim meteorológico.


Os sintomas de queimadura solar são, segundo Sampson Davis, de formigueiro na zona da pele afetada. Neste caso, a pessoa deve, em primeiro lugar, proteger-se do sol o mais rapidamente possível.


Neste caso devem ser tomadas as seguintes medidas: colocar uma toalha molhada sobre a zona afetada durante uns minutos; repetir a operação várias vezes ao dia. Deve-se aplicar um creme hidratante, na zona afetada, que contenha aloé vera. Evitar produtos com petróleo, pois podem manter o calor na pele. Os cremes com hidrocortisona ajudam a desinflamar a pele.


É importante que quem sofre uma queimadura solar se mantenha hidratado, pois isso ajuda a pele a regenerar-se. A toma de ibuprofeno ajuda a reduzir a inflamação ou dor associada à queimadura.


No caso de se formarem vesículas (bolhas), estas não devem ser rebentadas pois ao fazê-lo estará a remover uma barreira protetora que é formada para que a pele que se encontra por baixo se possa regenerar, aumentando o risco de infeção.


Deve também usar roupa para cobrir a queimadura do sol. Deve dar preferência a vestuário com fibras apertadas, que não deixem passar os raios solares.


A ocorrência de uma insolação e desidratação intensa provoca diversos sintomas que podem passar por febre, arrepios, dor intensa, formação de vesículas, dor de cabeça, náuseas e vómitos, confusão e mesmo desmaio.


As insolações são tratadas com ibuprofeno para a dor, administração de soro e esteroides para tratar a inflamação. A parte da pele afetada deve ser monitorizada para o caso de desenvolver celulite, que é uma infeção grave e que tem que ser tratada com antibióticos.


Finalmente, é preciso não esquecer que os escaldões aumentam o risco de se vir a desenvolver cancro da pele, sendo de capital importância evitá-los.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.