Exposição aos raio-X aumenta risco de leucemia em crianças

Estudo publicado “International Journal of Epidemiology”

18 outubro 2010
  |  Partilhar:

A exposição a três ou mais exames de raio-X na infância pode duplicar o risco de uma criança desenvolver um tipo de leucemia, dá conta um estudo publicado no “International Journal of Epidemiology”.

 

Na opinião dos autores do estudo não é desaconselhado a utilização de raio- X nas crianças, dado que este exame pode ser crucial para o diagnóstico da pneumonia ou de fracturas. Contudo, a eliminação ou redução da exposição à radiação em situações desnecessárias deve ser ponderada.

 

A leucemia atinge 3.317 crianças americanas desde a nascença até aos 14 anos de idade, sendo que a leucemia linfóide é o tipo mais comum de cancro em crianças entre o primeiro ano de vida e os 7 anos.

 

Para este estudo, os investigadores da University of California, nos EUA, analisaram os registos médicos de 711 crianças, até aos 14 anos, que tinham sido diagnosticados com leucemia linfóide entre 1995 e 2008, as quais foram comparadas com crianças saudáveis.

 

Após terem excluído os raio-X realizados no ano anterior ao diagnóstico e antes do nascimento, os investigadores constataram que as crianças tinham um risco 1,85 vezes maior de desenvolverem leucemia linfóide se tivessem sido submetidas a 3 ou mais raio-X.

 

No total, o risco de leucemia não aumenta muito. Dado que quatro em 100 mil crianças desenvolvem este tipo de leucemia e caso o risco duplicasse passariam a ser 8. Contudo, estes resultados são surpreendentes à luz dos pressupostos anteriores relativos à segurança do raio-X.

 

De acordo com a co-autora do estudo, Patricia Buffler, a radiação presente nos raio-X pode provocar mutações nas células tornando-as cancerosas. E a tomografia computadorizada, que tem vindo a ser mais utilizada nos últimos anos, produz mais radiação do que os tradicionais raio-X. Estudos futuros estão a ser planeados para investigar os efeitos da tomografia computadorizada na taxa de leucemia.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 1 Média: 3
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.