Exposição aos microrganismos é benéfica

Estudo publicado na “Science”

27 março 2012
  |  Partilhar:

A exposição aos microrganismos durante a infância aumenta a imunidade, dá conta um estudo publicado na revista “Science”.

 

Estudos anteriores têm sugerido que a exposição aos microrganismos durante os primeiros anos de vida é determinante para a sensibilidade, às alergias e doenças autoimunes, como a asma e doença inflamatória do intestino, na idade adulta.

 

Este conceito de exposição aos microrganismos na infância, que parece aumentar a imunidade, é conhecido como hipótese higienista. Os médicos têm sugerido que esta hipótese explica o aumento global das alergias e das doenças autoimunes nos meio urbanos. Contudo, ainda não havia, até à data, resultados científicos que apoiassem esta hipótese.

 

Os investigadores do Brigham and Women 's Hospital, EUA, realizaram, recentemente, um estudo que suporta esta hipótese e que explica o mecanismo que lhe está subjacente. Os cientistas estudaram o sistema imunitário de ratinhos mantidos num ambiente sem microrganismos e compararam-nos com ratinhos que habitavam num ambiente normal, ou seja, em contacto com bactérias e outro tipo de microrganismos.

 

O estudo revelou que os ratinhos que tinham pouco ou nenhum contacto com microrganismos apresentavam uma inflamação exagerada nos pulmões e no cólon, semelhante à que ocorre na asma e na colite, respetivamente. Este processo inflamatório era causado pela hiperatividade de um tipo de células do sistema imune, os linfócitos T, que tinham sido previamente associadas com este tipo de doenças, tanto nos ratinhos como em humanos.

 

Os investigadores verificaram também que, contrariamente à exposição na idade adulta, o contacto dos ratinhos com microrganismos nas primeiras semanas de vida conduziu à normalização do sistema imune e à prevenção das doenças. Adicionalmente, a proteção conferida pela exposição aos microrganismos foi duradoura, tal como previsto pela hipótese higienista.

 

De acordo com um dos autores do estudo, Richard Blumberg, estes resultados mostram a importância para o sistema imune da exposição aos microrganismos na infância. “O conhecimento deste mecanismo, permitirá aos investigadores identificar quais os fatores microbianos mais relevantes para a proteção contra as alergias e as doenças autoimunes na idade adulta”, conclui, em comunicado enviado à imprensa, o investigador.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Classificações: 2Média: 4
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.