Exposição a pesticidas aumenta risco de doença do sangue

Estudo publicado na “Blood”

23 junho 2009
  |  Partilhar:

Os indivíduos que estão expostos a pesticidas têm um risco aumentado de desenvolver uma doença pré-cancerosa do sangue, a gamopatia monoclonal de significado indeterminado (MGUS), sugere um estudo publicado na revista científica “Blood”.

 

A MGUS é caracterizada por um nível anormal de um proteína plasmática, a proteína M, sendo uma doença que requere acompanhamento ao longo da vida, pois pode evoluir para o mieloma múltiplo, um cancro das células plasmáticas da medula óssea.

 

O estudo, realizado por investigadores do U.S. National Cancer Institute, contou com a participação de 678 homens com idades compreendidas entre os 30 e 94 anos, oriundos da Carolina do Norte, que aplicavam pesticidas e um grupo de 9.000 homens oriundos do Minnesota, que funcionou como grupo de controlo.

 

O estudo revelou que nenhum caso de MGUS foi encontrado nos homens com menos de 50 anos que foram expostos a pesticidas. Contudo, a taxa de MGUS nos homens expostos a pesticidas com mais de 50 anos foi de 6,8%. Esta taxa foi 1,9 vezes maior do que nos homens do grupo de controlo.

 

Foi também observado que os níveis de risco de desenvolvimento de MGUS estavam associados a tipos de pesticidas específicos. Os investigadores constataram que o risco de MGUS era 5,6 vezes maior para aqueles que estavam expostos a um pesticida denominado “dieldrine”, 3,9 vezes maior para os que utilizavam uma mistura de um fumigante constituída por tetracloreto de carbono e dissulfureto de carbono e 2,4 vezes maior para aqueles expostos a um fungicida chamado “clorotalonil”.

 

Em declarações ao sítio Healthday, a líder da investigação, Ola Landgren, revelou que “este é o primeiro estudo que mostra a associação entre a exposição a pesticidas e a prevalência de MGUS. O que poderá ter particular importância, tendo em conta os resultados encontrados em estudos anteriores, os quais indicaram que todos pacientes que sofriam de mieloma múltiplo tinham sido previamente diagnosticados com MGUS”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.
 

 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.