Exposição a determinados químicos reduz níveis de vitamina D

Estudo publicado no “Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism”

07 outubro 2016
  |  Partilhar:

A exposição ao bisfenol A (BPA), bem como outros desreguladores endócrinos, pode reduzir os níveis de vitamina D na corrente sanguínea, dá conta um estudo publicado no “Journal of Clinical Endocrinology & Metabolism”.
 

Os desreguladores endócrinos são químicos ou misturas de químicos que podem causar efeitos adversos ao interferirem com as hormonas no organismo. Vários estudos têm demonstrado que a exposição a estes químicos pode causar problemas de infertilidade, obesidade, diabetes, problemas neurológicos e cancro de origem endócrina.
 

Lauren Johns, uma das autoras do estudo, refere que quase todas as pessoas estão expostas ao BPA e a outra classe de desreguladores endócrinos, conhecida por ftalatos. Desta forma, a possibilidade de estes químicos diminuírem os níveis de vitamina D tem grandes implicações para a saúde pública, uma vez que níveis baixos desta vitamina têm sido associados a várias condições, como doença cardiovascular, diabetes e cancro.
 

Os desreguladores endócrinos podem ser encontrados em vários produtos do dia-a-dia e no meio ambiente. Existem mais de 85 mil produtos químicos produzidos, dos quais milhares podem ser desreguladores endócrinos. O BPA é um conhecido desregulador endócrino que é frequentemente encontrado em plásticos e outros produtos de consumo. Os ftalatos, que também afetam os níveis hormonais, estão presentes em produtos de cuidados pessoais, como os cosméticos, produtos infantis, embalagens alimentares e equipamento médico.
 

Para o estudo, os investigadores da Escola Pública de Saúde da Universidade de Michigan, nos EUA, contaram com a participação de 4.667 adultos, aos quais foram retiradas amostras de sangue para medição dos níveis de vitamina D. A exposição aos desreguladores endócrinos foi analisada em amostras de urina.
 

O estudo apurou que os indivíduos que tinham sido expostos a elevadas quantidades de ftalatos eram mais propensos a ter níveis mais baixos de vitamina D na corrente sanguínea, comparativamente com os expostos a baixas quantidades de desreguladores endócrinos. Esta associação foi mais forte nas mulheres.
 

Os cientistas verificaram também que havia uma associação entre a exposição a elevados níveis de BPA e níveis reduzidos de vitamina D nas mulheres. Porém, esta relação não foi estatisticamente significativa para os homens.
 

John D. Meeker, o líder do estudo, refere que são necessários mais estudos de forma a explicar por que motivo esta associação existe, mas é possível que os desreguladores endócrinos alterem a forma ativa da vitamina D no organismo através do mesmo mecanismo que afeta as hormonas reprodutivas e da tiroide.
 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar