Exercícios com pesos protegem saúde cardiovascular

Estudo publicado na “Medicine & Science in Sports & Exercise”

19 novembro 2018
  |  Partilhar:
Levantar pesos durante menos de uma hora por semana poderá reduzir o risco cardiovascular, defende uma equipa de investigadores.
 
Num estudo conduzido pelos investigadores da Universidade do Estado de Iowa, EUA, foi apurado que a prática de exercícios com pesos durante aquele período poderia reduzir o risco de ataque cardíaco e de AVC entre 40 e 70%. No entanto, levantar pesos durante mais de uma hora não demonstrou benefícios adicionais.
 
“As pessoas poderão pensar que necessitam de passar muito tempo a levantar pesos, mas apenas duas séries de supino horizontal com alteres, que demoram menos de cinco minutos, poderão ser eficazes”, indicou Duck-Chul Lee, coautor do estudo.
 
Para a sua investigação, os cientistas analisaram quase 13.000 adultos que tinham participado num estudo conhecido como “Aerobics Center Longitudinal Study”, tendo medido três resultados de saúde: eventos cardiovasculares como ataque cardíaco ou AVC que não tivessem provocado a morte, todos os eventos cardiovasculares incluindo morte e qualquer tipo de morte.
 
Como resultado, os investigadores verificaram que os exercícios de resistência tinham reduzido o risco dos três parâmetros analisados. 
 
Estes resultados demonstram que o treino para aumentar a força é independente de correr, caminhar e de outras atividades aeróbicas. 
 
Por outras palavras, os investigadores defendem que se não praticarmos o volume de exercício físico aeróbico recomendado pelas diretrizes atuais, os exercícios com pesos poderão ser o suficiente para reduzir o risco cardiovascular.  
 
Apesar dos resultados encorajadores, a equipa reconhece que ao contrário da atividade aeróbica, os exercícios de resistência são mais difíceis de adotar na rotina diária. No entanto, Duck-Chul Lee lembrou que pegar em qualquer peso que aumente a resistência muscular é o mais importante, como escavar o jardim ou transportar compras pesadas. 
 
ALERT Life Sciences Computing, S.A.
Partilhar:
Comentários 0 Comentar