Exercício físico prolonga esperança de vida

Estudo publicado nos "Arquivos de Medicina Interna"

11 dezembro 2005
  |  Partilhar:

 

O exercício regular pode aumentar três anos a esperança de vida e retardar vários anos o aparecimento de doenças cardiovasculares.
 

 

O exercício físico prolonga a esperança de vida 1,3 a 3,7 anos, segundo o grau de intensidade, e retarda 1,3 a 3,2 o desenvolvimento de doenças cardiovasculares nos homens com mais de 50 anos, em comparação com os menos activos, segundo um dos trabalhos, publicados na revista norte-americana "Archives of Internal Medicine".
 

 

No caso das mulheres com mais de 50 anos, os números são de 1,5 a 3,7 anos e de 1,3 a 3,3 anos, respectivamente, segundo Óscar Franco, da Universidade Erasmo de Roterdão, na Holanda, co-autor do estudo.
 

 

As conclusões do estudo indicam que a actividade física, mesmo moderada, como 30 minutos diários de marcha regular, é um bom meio de melhorar o estado de saúde e viver mais tempo. Os investigadores examinaram os dados recolhidos nos últimos 46 anos sobre doenças cardíacas num grupo de 5.209 habitantes de Framingham, um subúrbio de Boston (estado norte-americano do Massachusetts).
 

 

Fonte: Lusa
 

MNI-Médicos Na Internet
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.