Exercício físico para asmáticos

Investigadores avaliam impacto dos desportos em doentes

07 janeiro 2005
  |  Partilhar:

 

 

Imspira é o nome do projecto que o Serviço de Imunoalergologia do Hospital de São João, no Porto, vai desenvolver em colaboração com o Centro de Investigação em Saúde, Lazer e Desporto, da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade do Porto. O objectivo da investigação é analisar o impacto do desporto na inflamação asmática de crianças e adolescentes.
 

 

O programa, que vai arrancar este mês com duas aulas semanais de educação física, terá, numa primeira fase, a duração de quatro meses. As 60 vagas, distribuídas em duas turmas, serão preenchidas por asmáticos com idades entre os 9 e os 17 anos. As inscrições podem ser feitas no «site» do programa (www.imspira.med.up.pt) ou através do 225 098 670. As aulas são gratuitas.
 

 

As lições serão ministradas por alunos da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade do Porto que frequentam o quarto ano do curso. Segundo os especialistas, em entrevista ao jornal «Público», a natação e o ténis são as actividades mais aconselháveis para os asmáticos. Já os desportos de longa distância, como a corrida e o ciclismo, que forçam os pulmões a um trabalho pesado, são os menos indicados.
 

 

Além de contribuir para o aumento da auto-estima, confiança e bem-estar geral, o doente asmático que faz desporto permite um maior controlo da doença e melhora a capacidade respiratória. O que o estudo vai tentar perceber é se a prática desportiva além de fazer bem aos sintomas, também diminui a inflamação asmática.
 

 

Fonte: Público
 

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.