Exercício físico e dieta saudável aumentam longevidade das mulheres idosas

Estudo publicado na“American Geriatrics Society”

06 junho 2012
  |  Partilhar:

As mulheres com cerca de 70 anos de idade que praticam exercício físico e que consomem quantidades saudáveis de fruta e vegetais têm uma maior esperança de vida, sugere um estudo publicado no “American Geriatrics Society”.

 

Para o estudo os investigadores da Universityof Michigan e do Johns Hopkins University, nos EUA, contaram com a participação de 713 mulheres que tinham entre os 70 e os 79 anos de idade, as quais foram submetidas a um questionário para aferir o tempo que despendiam a praticar exercício físico, que foi convertido no número de calorias gastas.

 

De forma a estimar a quantidade de frutas e vegetais consumidos pelas participantes, os investigadores mediram a quantidade de carotenoides presentes no sangue. Quanto maior a quantidade de frutas e vegetais consumidos, mais elevados são os níveis de carotenoides na corrente sanguínea, explicam os autores do estudo.

 

O estudo apurou que durante o período de acompanhamento, que teve uma duração de cinco anos, morreram 11,5% das participantes. Os investigadores verificaram que as mulheres mais ativas tinham um maior tempo de sobrevivência, assim como aquelas que consumiam uma maior quantidade de frutas e vegetais. Foi constatado que as mulheres mais ativas apresentavam uma taxa de morte 71% menor do que as menos ativas. Por outro lado, as mulheres que tinham níveis mais altos de carotenoides apresentavam uma taxa de mortalidade 46% menor do que aquelas com níveis mais baixos.

 

Os investigadores liderados por Emily J Nicklett, observaram ainda que em comparação com as mulheres que praticavam menos exercício e que consumiam menores quantidades de frutas e vegetais, as que praticavam e consumiam mais tinham uma probabilidade de sobreviver, durante o período de acompanhamento, oito vezes superior.

 

A investigadora revelou, em comunicado de imprensa que” é provável que a manutenção de uma dieta saudável e elevados níveis de atividade física se tornem nos maiores promotores da manutenção do estado de saúde e da longevidade. Assim, os programas e políticas de promoção da longevidade devem incluir intervenções para melhorar a nutrição e prática de atividade física nos indivíduos idosos”.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.