Exercício físico após os 50 anos aumenta esperança de vida

Estudo publicado no “British Medical Journal”

11 março 2009
  |  Partilhar:

Um estudo da universidade sueca de Uppsala avaliou o impacto da prática de exercício físico em homens acima dos 50 anos e verificou que a prática desportiva é tão benéfica quanto parar de fumar.

 

No estudo, publicado no “British Medical Journal” (BMJ), foram avaliados mais de 2 200 homens com idades superiores a 50 anos. Estes homens foram acompanhados durante 20 anos, tendo sido registados o padrão de actividades físicas e a mortalidade.

 

De acordo com a frequência e a intensidade, a actividade física dos participantes foi classificada de leve a intensa.

 

Para integrarem o grupo que praticava actividades intensas, os participantes teriam de realizar, pelo menos três vezes por semana, uma actividade desportiva competitiva ou treino desportivo, actividades recreativas desportivas ou trabalhos feitos fora de casa, como jardinagem intensa.

 

Após dez anos de prática desportiva, o grupo “activo” apresentou uma redução da mortalidade de 32% quando comparado com o grupo que não praticava exercício físico. Mesmo quem praticava actividades de forma moderada também apresentou uma redução da mortalidade, neste caso de 22%.

 

A avaliação do ganho em anos de vida foi obtida ao aplicar-se o efeito de redução da mortalidade sobre a esperança de vida.

 

ALERT Life Sciences Computing, S.A.

Partilhar:
Ainda não foi classificado
Comentários 0 Comentar

Comente este artigo

CAPTCHA
This question is for testing whether you are a human visitor and to prevent automated spam submissions.
Incorrecto. Tente de novo.
Escreva as palavras que vê na imagem acima. Digite os números que ouviu.